Há 5 anos quando comecei essa ideia, a visão foi criar um movimento para organizar empresas brasileiras em torno do WordPress com intuito de melhorar seus processos, seu rendimento, sua network, tornando a nossa prestação de serviços WP mais competitiva no mundo. Se isso já se fazia necessário na época, hoje em dia nem se fala.

Logo na primeira ata que documentei, lá em Setembro de 2014, a Elementa já apareceu, então não é por nada que continua ressonante com o projeto de Marcio Okabe. Ná época trocávamos também ideia com Raphael Tavares da Javali Digital e Eduardo Arruda da Eax Design, assim, construí um manifesto para convidar a todos, segue o link dele abaixo.

Manifesto ColetivoWP

Depois de um tempo a ideia se concretizou em um Mapa do WordPress no Brasil, no antigo site embrionário da comunidade brasileira wp-brasil.org que foi perdido por uma série de ações unilaterais que acabaram por me afastar da comunidade WordPress em São Paulo, mesmo tendo contribuído para os primeiros WordCamps na cidade. Ajudei a organizar o primeiro WordCamp São Paulo (2012) e fui um dos organizadores do 2o e do 3o, 2013 e 2014 respectivamente.

Como estamos fazendo as coisas e quais podem ser os próximos passos

Em 2015 comecei a pensar em uma forma prática de ajudar a comunidade WP, as pessoas ao meu redor, amigos ou não, e a mim mesmo, assim nasceu o tema Coletivo, uma forma de estudar, de fazer dinheiro e de conhecer pessoas com o WordPress. Hoje um grupo de pessoas o têm usado e me ajudado a dar suporte, essas pessoas estão no GitHub e no chat do Telegram. Tenho mantido uma página sobre ele no GitHub, preciso de mais ajuda, se alguém por ai se interessar 😉

Depois de mais ou menos 2 anos e com um showcase razoável hoje está acontecendo uma coisa inusitada, um amigo está viajando o país fazendo permuta de sites (construídos em sua maioria com o Coletivo) por alimentação, hospedagem, serviços e até painéis solares para seu transporte, uma Kombi chamada Tartaruga Ninja.

Com o lançamento da versão 5.0 do WP, o Gutenberg foi incorporado e agora, o CMS possuí um builder padrão. Atrasamos a publicação do tema Coletivo no repositório oficial por querer levantar e esclarecer melhor algumas coisas em torno disso com todos os envolvidos. No geral, estamos nos últimos detalhes de desenvolvimento e revisões para uma Publicação inicial no repositório oficial de Temas do WordPress.

 

Entendendo melhor o tamanho do WordPress

A Automattic empresa mantenedora do WP, têm se esforçado para se posicionar na internet e se garantir como software por trás de 1/3 dos 10 milhões de sites mais relevantes da Internet. Veja seu crescimento abaixo:

Isso aconteceu nos últimos anos por conta de algumas coisas:

  • A história do WordPress se confunde com a história da própria Internet, seu crescimento é proporcional ao dela, então podemos dizer que ambos cresceram juntos, e não necessariamente o WordPress cresceu “dentro” da Internet;

  • Com a criação da Fundação WordPress em 2010, o grupo em torno do WP tomou decisões importantes de garantir que a marca não se associasse à nada de forma equivocada, assim como começou ativamente a fomentar e suportar eventos sobre o software ao redor do mundo, os WordCamp‘s;
  • O WordPress soube junto com a Automattic, se posicionar cada vez melhor na internet com suas aquisições e quando adquiriu a WooThemes, se colocou dentro do mercado e-commerce de vez;
  • Por um acaso do destino o crescente e preocupante Tumblr quando foi adquirido pelo grupo do Yahoo, viu seu conteúdo pornográfico sendo banido e seu valor caindo drasticamente. Faz poucos meses a Automattic adquiriu o Tumblr, por um valor bem baixo com a promessa de inovações e sem a volta do conteúdo impróprio;
  • Acredito que o último motivo que garantiu o WordPress como a ferramenta mais significativa para a construção de sites na internet foi a criação da REST API, que tornou o WP flexível o suficiente para poder ser chamado de um Framework;
  • Outros concorrentes significativos ao WordPress apareceram, como Wix, Webbly, Squarespace, PrestaShop, Shopify, entre outros, mas suas fatias no Mercado ainda são bem baixas em comparação ao nosso querido gigante:

 

No Brasil temos alguns fenômenos unicos, como a VTEX, Loja Integrada e Nuvemshop

O contexto atual do WordPress e as oportunidades de mudanças e engajamento

Hoje o WordPress fez acordo com quase todas as gigantes da internet e se vê com um grande desafio de governança ao redor do mundo, existe muita diversidade de culturas, de cadeias produtivas, de formatos de negócios, tudo dentro do “mundo WordPress”. Assim muito oportunamente surgiu em 2018 o Projeto de Governança do WP, feito por usuários da comunidade mas que começa a ter algum respaldo dentro do grupo que o lidera.

Um novo momento tomou conta também dos WordCamps quando vimos o surgimento de eventos nacionais e transnacionais como o WordCamp USA, Europa e o Asia. Será que podemos começar a sonhar com um WordCamp América Latina?

Dentro desse contexto o ColetivoWP ressurge como uma oportunidade da criação de um network nacional. Somos WordPressers, vivemos o cotidiano do uso dessa ferramenta faz anos e vivenciando esse processo de aprendizado, ensino e desenvolvimento, criamos nossas empresas com foco em WP, a esfera de negócios em torno do WordPress é de bilhões de dólares, sendo hoje a alavanca de muitas empresas prestadoras de serviços e agências de publicidade.

Com esse crescimento no mundo e no Brasil pelo interesse no WordPress, naturalmente a comunidade brasileira se expandiu e se diversificou. Convidamos a todas as empresas que desejam fazer parte desse sonho à entrar no barco. Bora embarcar nessa aventura?

Referências:
https://poststatus.com/
https://tableless.com.br/
https://academiawordpress.com.br